Você está aqui: Página Inicial > central de conteúdos > Notícias > 2018 > Outubro > Novo abrigo expande acolhimento de venezuelanos em Boa Vista

Notícias

Novo abrigo expande acolhimento de venezuelanos em Boa Vista

por publicado: 23/10/2018 17h33 última modificação: 24/10/2018 14h48
Reynesson Damasceno/ACNUR

O Ministério da Defesa e a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) abriram nesta segunda-feira (22) o 13º abrigo no estado de Roraima para abrigar venezuelanos. O Rondon 3 tem capacidade para cerca de mil pessoas.

O novo abrigo fortalece o acolhimento a grupos mais vulneráveis que cruzam a fronteira em busca de melhores condições de vida no Brasil. Inicialmente, foram recebidas no Rondon 3 200 pessoas que estavam na cidade fronteiriça de Pacaraima, já devidamente registradas e documentadas.

Cerca de 5,5 mil venezuelanos vivem em abrigos de Boa Vista e Pacaraima. A nova instalação será ocupada gradualmente.

No Rondon 3, as famílias receberam kits de higiene pessoal e de limpeza, além de colchões, papel higiênico e fraldas. Os kits incluem pasta e escova de dente, sabonetes, shampoo e repelente de insetos, além de absorventes, sabão em pó, detergente, esponjas e desinfetante.

Além de barracas do Exército, o abrigo Rondon 3 está equipado com  unidades habitacionais já utilizadas pelo ACNUR em operações humanitárias ao redor do mundo e instaladas pela primeira vez na América Latina.

Conhecidas como “Better Shelter”, as residências comportam até seis pessoas, possuem quatro janelas, divisória interna e são abastecidas com energia solar renovável. No total, o abrigo Rondon 3 terá 93 destas unidades, além de 69 tendas do Exército.

Fonte: Com informações do ACNUR