Você está aqui: Página Inicial > central de conteúdos > Notícias > 2018 > Outubro > Estratégia local do Viva Voluntário estreia em três capitais

Notícias

Estratégia local do Viva Voluntário estreia em três capitais

por publicado: 24/10/2018 14h44 última modificação: 24/10/2018 14h44
Romério Cunha/Casa Civil

Para marcar o início da estratégia local de engajamento em ações voluntárias, o Programa Nacional de Voluntariado - Viva Voluntário realizou eventos em três cidades brasileiras entre os dias 17 e 19 de outubro: São Paulo, Brasília e Porto Alegre. As cerimônias de lançamento tiveram a participação de representantes da Casa Civil da Presidência da República e do PNUD, responsáveis pela execução do projeto, que falaram sobre as atividades previstas para atuação nacional e local do Viva Voluntário.

“O governo tem um papel fundamental de dar o pontapé inicial, dar as condições e o suporte para aqueles que dedicam seu tempo, sua vontade, par ajudar o próximo, sejam ajudados e reconhecidos”, disse a assessora especial da Casa Civil, Veronica Sánchez no evento em Brasília.

Cada uma das cidades-piloto tem uma coordenadora local, que atua em parceria com uma organização do terceiro setor (Parceiros Voluntários, no caso de São Paulo e Porto Alegre, e Escoteiros do Brasil, em Brasília), para executar estratégias de fomento ao voluntariado.

Além desses, estiveram presentes os homenageados pelo prêmio Viva Voluntário 2018 e instituições que apoiam migrantes regionalmente e têm vagas cadastradas na Plataforma Nacional do Voluntariado. As entidades foram convidadas a divulgar boas práticas, a se engajar com a plataforma virtual e a aproveitar o potencial da página para colaborar com questões humanitárias relativas à realidade brasileira atual.

O projeto Viva Voluntário tem como principal ferramenta sua plataforma virtual (www.vivavoluntario.org), que funciona em formato de rede social e conecta oportunidades de voluntariado com pessoas interessadas em doar seu tempo para atividades voluntárias.

Fonte: Com informações do PNUD